ze ramalho
atras do balcao
lyrics

Lembram-se dos cavaleiros

Mesas e távolas, dos garanhões?

Lembram-se das raparigas

Vestidos belos e braços nus?

Lembram-se dos quatro ventos

Que não sopraram nessa direção?

Houve não um tempo mais ameno

Um tremor pequeno no teu coração

Houve não Amor atrás do balcão

Lembram-se dos capacetes

Das carabinas, do matraquear?

Bólides encapuçados

Caminham lentos, não têm o que mirar

Não deixaram ante-ontem

O sinal do terrorismo na manhã

Um afã de corpos em silêncio

Um tremor pequeno no teu coração

Um afã E a dor atrás do balcão

E o pensamento se consome Onde a estrela não vai