underson leitty
100 dim
lyrics

Letra:

Refrão:

é de Vinhedo que vem, essa rima do bem

Seu eu to com o microfone ninguém me detém, hein?

Se sabe que dinheiro eu não tenho

Só de olhar pra minha cara da pra ver q eu to sem... (viu?!)

Verso:

é desse jeito que eu chego

A coisa ta preta mas nem peço arrego

Nem parece que eu tenho dois empregos

Nem to dormindo a noite parecendo um morcego

Todo, preocupado pois tenho, muita conta

Todo final de mês fico que nem barata tonta

Dum lado pro outro campainha tocou...

'' ó mãe se for pra mim se fala que eu nem to ''

Viu?! e eu nem sou idiota

Mas to quase emprestando grana de um agiota

Trampo de moto boy, chuva e sol, noite e dia

Mesmo a**im a dispensa continua vazia

Se, isso for azar, quero um banho de arruda

Mas se não melhorar eu quero o ganho do ''Arruda''

Porque ele foi esperto, usou sua mão boba

Ta solto, comendo lasanha e Yakisoba

E eu? ó, nessa vida doida

No cardápio só ovo e carne moída

Nem da pra reclamar, ta ruim mas ta bom

Tudo fica saboroso colocando Sázon!

Mas to firme, com, preguiça de regime

No corre pra fazer um belo final pra esse filme

Não vou roubar um banco pra ser preso no ato

Já pensou meus neguinhos crescendo num orfanato?

Vai! melhor deixar esse papo, pai?!

Me abençoando jamais o seu filho, cai!

Mesmo sem grana tenho um coração de ouro

Minha família e meus amigos completam o meu tesouro...